top of page

1. GT Futebóis de mulheres e LGBTQIA+

RESUMO: Este GT acolherá trabalhos, concluídos ou em andamento, que tenham como temática a análise do esporte e do futebol sob a crítica dos feminismos plurais, buscando a desconstrução de normas de gênero arraigadas e abordando desigualdades presentes no mundo do esporte. Esperamos abarcar a interseção entre gênero, sexualidade, feminismo e prática esportiva, em suas múltiplas perspectivas, examinando as conquistas, desafios e transformações de mulheres e outros sujeitos sexuais, que ocorreram nas últimas décadas, tanto no esporte quanto no futebol, profissionais ou amadores. Este GT quer proporcionar uma plataforma para debates e reflexões sobre a interseção entre esporte e feminismos contemporâneos, de mulheres e homens, trans ou cisgêneros e corporeidades. Por meio de uma análise interdisciplinar, pretende promover uma reflexão provocadora e significativa para o meio esportivo, enfocando em valores para a construção de uma sociedade mais inclusiva, equitativa e justa, a mulheres e outros sujeitos, nas posições de atletas, treinadoras, dirigentes, entusiastas ou torcedoras do esporte.

2. GT Futebóis Indígenas [Etno-futebol indígena]

RESUMO: O futebol, como fenômeno sociocultural, é acompanhado como espetáculo midiático e praticado de múltiplas formas em escala global. Sua adaptabilidade a diferentes terrenos, materiais e regras faz com que a prática do futebol esteja presente no cotidiano de pessoas em todo o território nacional, incorporado também nas aldeias entre indígenas. Para José Ronaldo Fassheber, a adaptação do futebol entre indígenas reflete não apenas uma prática recreativa, mas também uma ferramenta de expressão da identidade. Este GT é também uma homenagem a Fassheber, procurando contemplar pesquisas que discutam relações e intersubjetividades presentes no que esse autor definiu como etno-futebol indígena.

3. GT Futebol Paralímpico

RESUMO: Este GT tem como objetivo promover uma discussão abrangente sobre o futebol praticado por pessoas com deficiência, englobando as modalidades paralímpicas - futebol de cegos e futebol de sete/de paralisia cerebral e/ou de amputados. Serão aceitos trabalhos relacionados a tais futebóis e seus sistemas de educação e competição, incluindo dimensões paralímpicas que explorem questões relacionadas a esse sistema futebolístico global, incluindo megaeventos, competições e federações, assim como reflexões que abordem os contextos e construções sócio-históricas na intersecção de questões sobre capacitismo, corporalidades não normativas, inclusão e tecnologias do corpo.

4. GT Torcidas organizadas, coletivos e movimentos de torcedores

RESUMO: Este GT tem como foco a discussão de trabalhos concluídos e em andamento que tratam das temáticas das torcidas organizadas, seus coletivos e os movimentos de torcedores, e da legislação pertinente.

5. GT Movimentos antirracistas no futebol

RESUMO: Este GT tem como foco a discussão de trabalhos concluídos e em andamento que tratam as relações raciais que atravessam o futebol, os movimentos antirracistas organizados institucionalmente, ações e propostas de educação antirracista e análise dos atos e acontecimentos racistas que ocorrem dentro e fora dos estádios de futebol.

 

 

6. GT Mídias e aspectos midiáticos do futebol

RESUMO: Este GT tem como foco a discussão de trabalhos concluídos e em andamento que tratam da dimensão do campo midiático quanto às múltiplas dimensões do futebol que se expressam nos diferentes meios de comunicação e na cultura digital em geral.

7. GT Futebol comunitário e de várzea

RESUMO: Este GT acolherá trabalhos, concluídos ou em andamento, oriundos de pesquisas ou de ações de extensão, no formato de artigos, de ensaios ou de relatos de experiências, que tenham como temática os estudos sobre práticas de reconhecidas como de várzea, comunitário, de lazer, amador, entre tantas outras denominações. Interessam ao GT os estudos que procuram, a partir de diferentes áreas de conhecimentos, conhecer, compreender e problematizar as práticas do futebol não profissional, aquelas marcadas pelos cotidianos locais e regionais. O GT tem como propósito abarcar e valorizar a diversidade dessas práticas futebolísticas que não ocupam as grandes narrativas, mas que são intensamente presentes nos cotidianos rurais e urbanos.

8. GT Estádios de Futebol

RESUMO: Este GT acolherá trabalhos, concluídos ou em andamento, que tenham como temática os estudos de ordem conceitual e/ou empírica sobre estádios de futebol e possíveis articulações com temáticas afins como, por exemplo, práticas sociais no seu interior, assim como no seu entorno.

9. GT Clubes e dirigentes de futebol

RESUMO: Este GT acolherá trabalhos, concluídos ou em andamento, que tenham como temática os estudos de diferentes naturezas acerca de clubes e dirigentes de futebol e suas respectivas relações com a sociedade e com as diversas instituições que compõem o universo esportivo.

10. GT Formação, Carreiras e Migração de Futebolistas

RESUMO: Este GT acolherá trabalhos, concluídos ou em andamento, que tenham como temática estudos sobre futebolistas. Discussões que envolvam formação, escolarização, legislação, profissionalização, migração e pós-carreira, que permitam a ampliação do debate contemporâneo sobre a vida de atleta no futebol. Esse GT pretende proporcionar um espaço crítico e acolhedor para análise das implicações do discurso de mobilidade social pelo futebol, sem esquecer temas transversais que impactam a trajetória dos(as) futebolistas.

bottom of page